quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

♣ Em Um Piscar Te Perdi ♣


Antes de tudo és um ser qualquer.

Tens que caminhar para seu objetivo alcançar.
Tens de enfrentar as tempestades de cada amanhecer para o amanhã sobreviver.
Até chegar o dia do teu “padecer”.
Mas ao te veres trancada nesta jaula enclausurada,
Percebes que presas não estas.
Muito menos ao nada se vais.
Descansas docemente por um tempo.
Relembrando as dificuldades e os tormentos.
E quando estas a sair, percebes que o mundo esta dentro de ti.
És tão livre quanto outro ser.
Podes ir onde desejas viver.
Tua beleza se reflete em olhos encantados pelo teu brilho dourado.
Vais ao céu e voltas incansavelmente.
Conheces lugares e criaturas divergentes.
E ao clarear de um novo dia,
Toda tua forma se transforma em agonia.
Pois um dia tudo se perde, assim como perdeste a vida.
E se um dia eu te vi, em outro meus olhos se fecharam por ti.

Um comentário:

  1. O objetivo de minha história é iniciada pelo fim de uma vida sem volta...

    ResponderExcluir